quarta-feira, 24 de março de 2010

Quem não quer fazer nada...



...encontra uma desculpa. Quem quer fazer alguma coisa, encontra um meio. Roberto Shinyashiki. Já há algumas semanas ando pensando sobre isso, e sobre o quanto é difícil encontrar pessoas dispostas a trabalhar, principalmente quando, pelo menos por agora, não se espera nada em troca. Mas o pior é ouvir “Eu queria tanto fazer isso, mas ando numa correria sem limites, sem tempo pra nada”, e antes que achem que me ponho num pedestal e analiso as coisas por cima, me coloco exatamente nessa posição. O engraçado é perceber que quem faz o seu tempo é você mesmo, quem se compromete com mil coisas é você, quando você quer muito alguma coisa, ir a algum lugar, você consegue dar um jeitinho, sabe por quê? Você faz o seu tempo de acordo com as suas necessidades e vontades. É uma escolha sua ter tempo para certas coisas e não ter tempo para outras. Quando você realmente quer alguma coisa, almeja um objetivo, ou quer muito ir a algum lugar, você estabelece a sua meta e procura o meio para isso. Junta dinheiro, cancela compromissos, sacrifica alguma coisa em prol desse objetivo, e é nesse ponto que eu quero parar e ver se acende alguma luzinha por ai, o que tem sido sacrificado e o que tem sido almejado? Do que você abre mão? E abre mão em prol do que? Qual o seu sonho? Qual a sua vontade? Por cima de que você tem passado para conseguir aquilo que você quer? Você tem deixado de lado que coisas? Qual tem sido o foco da sua vida? Agradar somente a si mesmo? Já vivemos em um mundo completamente egoísta, onde pessoas passam por cima de pessoas por dinheiro, ego, vaidade, orgulho. Um povo que não tem noção de que o público é de todos e não de ninguém. Um povo que precisa de Jesus, um povo que precisa conhecer a verdadeira verdade. E o que nós temos feito para isso? Pois é, estamos dando desculpas...

5 comentários:

disse...

eu quero naum faaaazer nada o/
Otima quarta
:*

Letícia Rozendo disse...

eu tb

Daniel. disse...

Esse texto é chato e incômodo. Por isso que eu não comentei antes.

Droga de texto incômodo.

Filipe Hagen disse...

Pedrada na cabeça esse texto!!

Don disse...

Seu blog está cada dia melhor Mari, parabéns mesmo. ;)