quinta-feira, 4 de março de 2010

É você quem decide o que vai ser eterno em você...




... no seu coração. Essa frase me lembrou tanta coisa, me fez pensar em tanta coisa que resolvi vir compartilhar um pouco. A primeira imagem que me veio a cabeça foi aquelas velinhas emburradas e amarguradas que há 47 anos tiveram uma briga por conta de um abacateiro que ficava no meio da cerca que uma dizia q era de cá e outra de lá... e depois da briga nunca mais se falaram, guardam essa mágoa pra toda vida e nunca mais nem olham uma para outra, andam sempre resmungando, falando mal uma da outra. Me fez pensar, caramba, quantas vezes a gente não faz o mesmo ou algo parecido. Se uma pessoa manda mal uma vez está listada pra sempre. Pobres inocentes aqueles que acreditam que não há pena perpétua aqui no Brasil. Uma vez criminoso, pra sempre criminoso. Quem nunca ouviu aquela frase: “posso até perdoar, mas esquecer... Jamais”. Então pra mim não perdoou. Quando você perdoa, perdoa de coração e esquece. Já pensou se Deus fizesse isso com a gente? Ficasse martelando erros nossos pra sempre no nosso ouvido? Pois é. Eu sei que é difícil. Mas ao invés de ficar estocando esse rancorzinho, implicância, ódio, amargura, porque a gente não experimenta colocar outras coisas no lugar sabe. Não é nada sobre pensamento positivo, energia nem boas vibrações, o segredo nem afins. É questão de lógica. Aquilo que você planta você colhe. Se você planta amor, você colhe amor! Se você planta sorriso, você colhe sorrisos. Um sorriso é irresistível, experimenta sai pela rua dando aquele super sorriso de orelha a orelha pros desconhecidos como a maioria deles vai te sorrir de volta. Questão de valorizar o que realmente importa. Não ficar valorizando briguinhas, picuinhas, trambiques e armações. Bola pra frente, pois é você que decide o que vai ser eterno em você. E sabe o que eu decidi? Que eu quero mais é ser feliz!

7 comentários:

Thalita Neves disse...

Amém Mari! Lindo, lindo mesmo! Super inspirado! Desejo tudo isso q vc escreveu pra sua vida!
Beijo!

Don disse...

Acho que o grande segredo é todos os dias plantar flores novas no jardim, mesmo que sejam parecidas com as que ali já envelheceram.
Acho que devemos fazer, em todas as situações, que nem Paulo disse: “…esquecendo-me das coisas
que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3:13b,14)

Daniel. disse...

Uau, a Mari virou blogueira de verdade... tem post novo toda semana aqui! Massa demais, Mari!

Letícia Rozendo disse...

adorei, tenho pensado muito nisso ultimamente, o que seria de cada um de nós sem as misericórdias de Deus que se renovam a cada manhã, mas nós sempre teimamos em não esquecer...todos precisam de uma segunda chance...kurti pacas este post

Isaias Medeiros disse...

Olá

Uma postagem muito interessante, assim como o restante do blog. Parabéns pelo seu trabalho, já estou sendo seu seguidor.

Se também desejar me visitar, conhecer minhas idéias, trocar links ou seguir meu blog, visite:

Um pouco além do óbvio.

Abraço.

N'Ele, a autoridade máxima em matéria de salvação.

Gabriella disse...

Que lindo Mari, amei a postagem!

Eu também quero é ser feliz!

Saudades, moça!

Bjo

Professora Letícia Calderaro disse...

Eita, Mari ! Que texto legal... Parabéns....tenho sua autorização para postá-lo lá no meu blog? Achei ótima sua reflexão...é tão importante tanta gente pensar sobre isso.... deixa eu copiar lá ?