quinta-feira, 10 de abril de 2008

O tempo...


Caramba, tava pensando esses dias, o tempo é uma coisa tão complexa. A gente às vezes passa a vida esperando. Esperando o ônibus chegar, esperando o grande amor aparecer, esperando o almoço ficar pronto, esperando por justiça, esperando o elevador no andar, esperando o metrô passar, esperando o médico atender, esperando, esperando, esperando. Será que tanta espera num é a justificativa de tanta ansiedade? Ansiedade pela demora. Mas se tudo tem seu tempo certo, porque que nos temos a infeliz mania de querer tudo do nosso jeito? Tem um versículo que eu gosto demais, ele sempre me dá animo quando preciso e bronca quando estou ansiosa que diz assim: “sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe pode acrescentar e nada lhe tirar; e isto faz Deus para que os homens temam diante dele.” Ec. 3.14. Sabe, a gente tem que aprender a esperar o tempo certo das coisas, elas acontecem na hora de jeito que Deus quer, não adianta espernear. Eu estou aprendendo isso a duras penas, mas a gente aprende se não por amor, pela dor. A gente tem que aprender que antes de amanhecer, é madrugada, antes de se entristecer, ouvir calada (Crombie – Longa jornada). Sabe a gente espera tão paciente por coisas tão inúteis, por exemplo, garotas tão sempre esperando o cabelo crescer, pra que? Pra cortar e esperar ele crescer de novo. Muitas coisas são parte de um ciclo, outras são novas, então entrando na sua roda, mas aprenda a esperar a hora certa. Pois quantas besteiras todos nós já não fizemos por ser precipitados? Digo por mim, por não saber esperar estraguei tanta coisa. Tenho que aprender a ouvir, mas principalmente aprender a esperar, pois as melhores coisas da vida vêm quando você menos espera, e geralmente não são coisas. Bom, por hoje é só, me perdoem a demora, ando completamente sem assuntos para escrever, e quando escrevo não consigo mandar, enfim, tentarei ser mais assídua!
bjoooos

9 comentários:

Pricilla Alice disse...

OUVIU, Marianna Brandão?
Esperar
ES-PE-RAR
aaaaaaai ai
não gostei do cabelo
como assim?é o mistério que rege a humanidade, oras!
=P
amo tu, tatu
;*

locorez disse...

realmente a vida e feita de varias esperas mais acaba tudo passando
fazer o que ne
so nos resta viver a vida!
bjss
otimo post

Filipe Hagen disse...

Só não dá para esperar sentado... hehe
Saber esperar é confiar Naquele que rege o tempo, mas é também se desafiar. O tempo Deus dá hoje. E o que passou, como passou?

Carol Rattacaso disse...

Legal seu texto, Mari! Principalmente aparte do cabelo, faz pensar!! hehe..
Abri um tamb�m. Depois d� uma passadinha l�!
Beijos

Bruna disse...

Maaari
adorei seu texto
outro dia tava pensando nisso.
A gente fica 20 horas esperando uma coisa acontecer, e quando essa coisa acontece dura 30 minutos. É esperar a chuva passar, o sol sair, amanhecer, anoitecer, o reitor sair...
é menina,
ainda bem que Deus zela por nós e cuida do nosso tempo!

amo vc, xuxuzinha!
e nada de tristeza! se não te ataco com as minhas pérolas :D
hehehe

beeijo!

Carol Rattacaso disse...

Eii, valeu pelo recadinho!!! Tô aprendendo!
Beijos

Laíza Foizer disse...

Oi Mari,
Parabéns pelo texto e pelo blog!
Realmente o tempo nos prega cada peça. E com certeza, passa rápido demais, hehehe!

Eu já tinha um blog, resolvi voltar com ele.
Fique a vontade para passar por lá.
Beijão :*

Nome: Samuel Amadeo disse...

KKKKKK...(garotas tão sempre esperando o cabelo crescer, pra que? Pra cortar e esperar ele crescer de novo) Vocês mulheres sao umas doidas! hahahha.

Pois é, tempo é complicado. Da mesma forma que cura, pode abrir feridas.
As vezes passa voando, e as vezes parece nao passar.

O jeito mesmo é se acostumar e aprender a esperar, deixar vir, deixar passar.

Gostei do post. parabens.

Marcos Moreira disse...

A principal aprendizagem nao é a de esperar, mas a do equilibrio. Em algumas coisas, somos céleres; em outras, esperamos, demoramos, imaginamos quando as coisas estarão exatamente como achamos que elas devem, antes de tomarmos uma atitude...
que essa nao seja a minha ou a sua realidade, pois entre pedir permissão e pedir perdão, prefiro perguntar "como vai?" e daí... daí a vida vai! :)
beijinhos!